Pouso Alegre, município mineiro com população estimada de 147.137 habitantes, segundo o IBGE é o 2º município mais populoso do Sul de Minas e o 17º do estado de Minas Gerais.

Possui o principal entrocamento rodoviário da região, cortado por cinco rodovias, sendo três estaduais e duas federais e a 110 km da Rodovia Dom Pedro (SP) que constituem ligações diretas com grandes centros consumidores, como Campinas, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Belo Horizonte e São Paulo, razão pela qual há mais 70 empresas de logística instaladas na cidade.

Pouso Alegre possui o 18ª maior Produto Interno Bruto do estado e o 3º maior da região do Sul de Minas. A economia do município cresceu rapidamente nos últimos anos devido à chegada de diversas empresas e indústrias multinacionais. Os dados sobre o PIB remontam ao ano de 2011 e foi divulgado em dezembro de 2013. No período analisado, a soma de todas as riquezas produzidas no município alcançaram R$ 3,408 bilhões.

Comércio, saúde e prestação de serviços

Pouso Alegre é referência em saúde e comércio para as cidades vizinhas. Há inúmeras clínicas de saúde, centro de medicina nuclear e três hospitais, sendo o maior deles o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, que conta com um centro oncológico, um hemocentro estadual, pertencente a Fundação Hemominas, que recebe cerca de 70 candidatos a doação por dia, atendendo a demanda de hemocomponentes de cerca de 52 municípios da região.

A cidade é um polo regional, voltada para a área comercial e industrial. Há mais de 4.500 pontos comerciais pelo município, segundo os dados da Associação de Comércio e Indústria de Pouso Alegre (ACIPA). Em 2011 foi iniciada a construção do Serra Sul Shopping, com localização estratégica no entroncamento rodoviário de duas das mais movimentadas rodovias da região BR-381 x BR-459.

Informatização da Saúde

O município de Pouso Alegre utiliza o Sistema Integrado de Gestão de Saúde Pública da Vivver Sistemas desde o final de 2013. A definição pela informatização da gestão da saúde pública no município possibilitou a racionalização de recursos e melhoria no atendimento à população.

Ao longo do tempo, o sistema, assim como os processos e sistemas oficiais, evoluiu e incorporou diversas melhorias e transformações. A gestão das informações sobre os serviços de saúde prestados à população de Pouso Alegre não seria viável se fosse executada manualmente. O volume e a necessidade de informações aumentaram e continuam aumentando.

O Sistema Vivver possibilitou o agendamento e o registro de muitos atendimentos durante a implantação. Veja no gráfico abaixo a evolução do número de atendimentos registrados desde o início da implantação do sistema, de 2014 a setembro de 2016:

Destes atendimentos, 4009 atendimentos registrados foram a usuários vindos de outros municípios. A tabela a seguir informa o total de atendimentos registrados por município.

O município possui 100% das unidades da atenção básica implantadas, que representam um total de 23 unidades utilizando o sistema. Todas estas unidades de saúde estão habilitadas para utilizar o recurso de agendamento local que propicia a organização do tempo dedicado à população pela equipe da unidade. Possibilita também uma melhor gestão dos agendamentos, uma vez que realiza a validação de dados com as demais agendas no âmbito municipal, evitando que ocorram marcações com conflitos de horários para o usuário.

Para estas unidades podemos avançar ainda mais com outras funcionalidades que o sistema oferece, são eles:

  • Agendamento central descentralizado de consultas e exames: utilizado para consultas e exames de mamografia;
  • Controle de demanda reprimida local: utilizada para consultas médicas e equipe multiprofissional;
  • Controle da fila para atendimento: não utilizado no município;
  • Atendimento por protocolo médico: não utilizado no município;
  • Registro dos dados clínicos: não utilizado no município;
  • Conduta e evolução do atendimento no prontuário eletrônico do usuário: não utilizado no município.

O sistema permite que o gestor acompanhe todos os atendimentos em tempo real ou em período desejado, em todas as unidades do município.

Resultados da integração com o eSUS

O município possui o registro de todas as suas equipes e respectivas regionalizações (área e micro área).

A parceria da Vivver Sistemas com o SUS é permanente. Estamos atentos às inovações lançadas pelo Ministério da Saúde e sempre adequando nosso sistema para que possamos contribuir com o envio de informações e a manutenção do financiamento dos serviços de saúde municipais.

O Sistema Vivver é utilizado para:

  • Registro das fichas do e-SUS;
  • Cadastro Individual (Questionário e-SUS);
  • Cadastro Domiciliar;
  • Visita Domiciliar;
  • Atendimento Individual;
  • Atendimento Odontológico Individual (Não preenchida, pois não há vínculo com a ESF);
  • Procedimentos;
  • Atividade Coletiva.

Além disso, o sistema possibilita a integração das fichas de produções ao atendimento registrado, o que facilita e agiliza o preenchimento. A integração de todas as funcionalidades em um só sistema otimiza o tempo e segurança das informações.

Toda produção do e-SUS no município é gerada através do Sistema Vivver. As fichas são digitadas, os arquivos são gerados e exportados para o PEC. 

Resultados e relatórios de Farmácia e Almoxarifado

Nesse módulo todas as movimentações de estoque (pedido de produtos, entrada, transferência, registro de consumo e débito) são registradas no sistema, assim como o controle de prescrição e dispensação.

O município utiliza o sistema “Vivver Saúde Pública” para controle de estoque e dispensação de produtos e medicamentos em 14 unidades, são elas:

– 10 farmácias comunitárias;
– 01 farmácia central;
– 01 farmácia de Minas;
– E ainda 02 almoxarifados de medicamentos e produtos (CAF).

Todas as movimentações de estoque (pedido de produtos, transferências, registro de consumo e débito) são registradas no sistema, assim como o controle de prescrição e dispensação.

Share This