Nesta segunda feira (02/03), aconteceu na Sede da Vivver Sistemas em Belo Horizonte/MG a oficina “Novo Financiamento da APS e seus efeitos”.

Clientes do Sistema Vivver Saúde Pública de municípios próximos a capital mineira participaram da discussão sobre as perspectivas e consequências do novo modelo de financiamento de custeio da atenção primária no âmbito do SUS – o Programa Previne Brasil, além de receber orientações sobre a qualificação dos indicadores da APS via Sistema Vivver.

A intenção é realizar essa mesma oficina em outras regiões. Caso tenha interesse em participar, gentileza entrar em contato por e-mail comunicacao@vivver.com.br ou ligue (31) 3025-3550. O público alvo são Coordenadores da Atenção Básica e Técnicos referência no uso cotidiano do Sistema Vivver (servidor do município).

PROGRAMA PREVINE BRASIL

O novo modelo consta da Portaria nº 2.979/2019, do Ministério da Saúde e foi aprovado no dia 31 de outubro do último ano, durante reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que reúne além da Pasta, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

Conforme a portaria, a partir deste ano o repasse de recursos aos municípios passa a considerar o número de usuários cadastrados nas equipes de saúde e o desempenho das unidades, a partir de indicadores como qualidade do pré-natal, controle de diabetes, hipertensão e infecções sexualmente transmissíveis.

PROGRAMA INFORMATIZA APS

Quando a equipe de Saúde da Família (ESF) ou equipe de Atenção Primária (EAP) conseguir se informatizar, poderá aderir ao Informatiza APS e solicitar o custeio mensal para as equipes de saúde da família e as de atenção primária para envio das informações ao Ministério da Saúde.  Os valores de custeio variam de R$ 850 a R$ 2,3 mil, de acordo com a tipologia do município.

O Informatiza APS é um dos eixos do Conecte SUS que vai integrar as informações de saúde do cidadão em uma grande rede de dados, a RNDS. Com essa adesão, as equipes poderão dar continuidade ao envio dos dados por sistema de prontuário eletrônico e produzir informações qualificadas permitindo mais eficiência no atendimento e continuidade ao cuidado do paciente em qualquer tempo e lugar. O Conecte SUS é parte da estratégia de saúde digital do Ministério da Saúde.

Share This