O Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (Sisab) passa a contar com o Relatório de Validação de Dados. Uma nota informativa foi elaborada para auxiliar gestores no uso da ferramenta, que servirá de referência para qualificar o monitoramento e o envio de dados do sistema e-SUS e prontuários próprios à base federal e substituirá os Relatórios de Envio e de Processamento e Validação. O relatório é um instrumento que permite registros mais robustos das informações clínicas e administrativas da Atenção Primária à Saúde (APS). O relatório está disponível no e-Gestor AB.

A equipe responsável pela elaboração da nova apresentação dos dados procurou diminuir as divergências entre as informações apresentadas nos relatórios de sistemas locais e aqueles consolidados no Sisab. Assim, ao acessar o novo relatório, ainda é possível saber informações mais detalhadas sobre o recente método de validação e acerca do processamento dos dados.

Leia também a Nota Informativa.

De acordo com o Coordenador de Informação da Atenção Primária, do Ministério da Saúde (CGIAP-MS), Michael Diana, a iniciativa possibilita melhorar a análise dos indicadores de saúde dos municípios, que hoje é um dos componentes do Previne Brasil. “O Sisab é uma base federal de dados que recebe, por mês, uma média de 100 milhões de fichas de registros de atendimentos, procedimentos e outras atividades da APS, por meio da Estratégia e-SUS APS. Desse volume, 75 milhões são válidas”, explica.

Michael destaca ainda que a nova ferramenta atende às regras de validação da APS. “O modelo que estamos implantando não pode ser comparado aos relatórios de Envio e de Processamento e Validação. Os anteriores foram descontinuados desde dezembro de 2020. Além disso, o novo formato apresenta um apanhado de dados mais completos e atualizados, ampliando a qualidade e a transparência do processo de validação de informações para o Sisab”, reforça.

A melhoria no relatório mira na qualificação dos registros de atendimento, em consonância com dados dos profissionais e dos serviços de saúde da APS. A ideia é ampliar a confiabilidade e a qualidade das informações em saúde disponibilizados pelo Ministério da Saúde por meio do Sisab.

Mais transparência
O Relatório de Validação de Dados conta com filtros importantes para o acompanhamento das etapas de processamento do Sisab e validação, tais como as Fichas de Atendimento Individual, Atendimento Odontológico, Procedimentos, Cadastro individual, Cadastro Domiciliar, Visita Domiciliar e Vacina, entre outros. Ao apontar os motivos que inviabilizam o aproveitamento de fichas para o cálculo de indicadores de saúde e produção, o relatório ainda oferece transparência para o gestor, que poderá identificar a origem da divergência e corrigi-la.

Fonte: SAPS – Secretaria de Atenção Primária à Saúde

Share This