Objetivo é alertar a população de que a procura por ajuda médica imediata
pode fazer a diferença após os primeiros sintomas da covid-19.
 
tela-delogin-1.jpg
 

Sentiu algum sintoma da covid-19? A recomendação é buscar o atendimento imediato na unidade de saúde mais próxima de você. Essa é a nova campanha do Ministério da Saúde, que começa nesta segunda-feira (12), com veiculação em TV, rádio, mídia exterior e internet.

Com o conceito “Contra a Covid-19, o atendimento imediato salva-vidas”, a campanha alerta os brasileiros de que o primeiro passo após o surgimento dos sintomas é procurar ajuda médica, atitude que pode fazer a diferença em um cenário de aumento de casos e internações em todo o Brasil.

“A recomendação é não esperar a infecção se agravar para procurar ajuda médica. O avanço da pandemia tem mostrado que o agravamento da doença tem impactos significativos na saúde pública e até mesmo no crescimento de óbitos”, pontua o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Alguns dos primeiros sintomas da covid-19 são tosse, febre, dor de garganta ou coriza e perda do olfato ou do paladar – ao primeiro sinal, a recomendação é buscar um posto de saúde.

O atendimento imediato possibilita que o médico adote a melhor conduta, faça o acompanhamento do paciente e oriente sobre o controle da transmissão do coronavírus para outras pessoas. O diagnóstico rápido aumenta as chances de cura e reduz a necessidade de internação e tratamentos intensivos.

Além disso, o uso de máscaras, a higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e o distanciamento social são medidas que devem ser adotadas para prevenção e controle da transmissão da covid-19.

A campanha do atendimento médico imediato será veiculada nas principais mídias de todo o país e também poderá ser encontrada nas redes sociais do Ministério da Saúde. Para mais informações, acesse www.gov.br/saude.

Fonte: Ministério da Saúde por Bruno Cassiano

Share This