Equipes multiprofissionais de Saúde agora contam com um guia de orientações sobre reabilitação da pessoa idosa, desenvolvido pelo Ministério da Saúde. A obra é voltada a profissionais que lidam com pessoas com comprometimento em sua funcionalidade, seja permanente ou temporário, nos diferentes pontos da Rede de Atenção à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre os assuntos em destaque no Guia de Atenção à Reabilitação da Pessoa Idosa, está a avaliação da mobilidade, já que os idosos têm maior propensão à instabilidade postural.

A investigação da ocorrência de quedas, segundo a publicação, deve ser uma rotina na avaliação da pessoa idosa, para se conhecer as circunstâncias em que ocorreu a queda, o local, o que a pessoa fazia, o tempo que ficou no chão, se conseguiu ou não se levantar sozinha.

Manual é voltado a profissionais que lidam com pessoas com comprometimento em sua funcionalidade.

O guia foi produzido pela Coordenação Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência, do Departamento de Atenção Especializada e Temática, da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde, juntamente com a Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa, da Coordenação Geral de Ciclos de Vida, do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, da Secretaria de Atenção Primária à Saúde, e contou com a contribuição de especialistas das áreas de geriatria, gerontologia e saúde da pessoa com deficiência, além de profissionais dos três níveis de gestão do SUS.

Fonte: Ministério da Saúde

Share This