Ação acontece em duas etapas e os primeiros a serem vacinados serão os idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde.

– Foto: Myke Sena/MS

 

Com um público-alvo composto por 76,5 milhões de brasileiros, o Ministério da Saúde iniciou nesta segunda-feira (4) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e Sarampo. Com o dia “D” marcado para 30 de abril, a vacinação acontece em duas etapas e os primeiros a serem vacinados serão os idosos acima de 60 anos e trabalhadores de saúde.

A primeira etapa acontece entre os dias 4 de abril e 2 de maio, quando os mais de 45 mil pontos de vacinação espalhados por todo o Brasil receberão o primeiro público-alvo da Campanha. Vale destacar que os trabalhadores da saúde devem receber uma dose de vacina contra a Influenza e, também, atualizar a caderneta caso não tenham tomado o imunizante contra o Sarampo.

Já a segunda etapa será realizada entre 2 de maio e 3 de junho, atendendo a crianças com idade entre 6 meses e menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias). Gestantes e puérperas, povos indígenas, professores da rede ensino pública e privada, pessoas com comorbidades e outros públicos também devem se vacinar na segunda etapa.

Durante a cerimônia de lançamento, que aconteceu na Unidade Básica de Saúde 13, em Brasília (DF), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou que a campanha será um sucesso e ressaltou a cultura de vacinação dos brasileiros.

“Os três pressupostos para o sucesso das campanhas de vacinação são absolutamente atendidos no Brasil: nós temos vacinas, nós temos uma capacidade sem precedentes de aplicar essas vacinas, graças aos vacinadores que estão nas mais de 38 mil salas de vacinação do Brasil. E outro ponto é a conscientização da nossa população, que busca as salas de vacina”, disse o ministro.

De acordo com o Ministério da Saúde, o público infantil, composto pelas crianças com idade entre 6 meses e menores de 5 anos de idade, deve tomar uma dose dos dois imunizantes. Não há necessidade de cumprir intervalo para a aplicação das vacinas contra o Sarampo e Influenza. Dessa forma, as duas vacinas poderão ser administradas no mesmo dia.

A agente comunitária de saúde, Mireila Gomes de Oliveira, de 40 anos, convidou os colegas de profissão. “Eu, com profissional da saúde, queria aproveitar e pedir para todos os colegas, agentes comunitários, técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, seja qualquer pessoa que trabalha na área da saúde: venham tomar a vacina para cuidarmos primeiro de nós e depois dos nossos pacientes lá fora”, alertou.

O objetivo da campanha é prevenir o surgimento de complicações decorrentes das doenças, evitando novos óbitos e possível pressão sobre o sistema de saúde. Ao todo, o Governo Federal enviou mais de 80 milhões de doses do imunizante da gripe aos estados e ao Distrito Federal para que a vacinação aconteça.

Confira quando cada etapa será realizada e quais públicos serão atendidos:

1ª etapa – de 04/04 a 02/05

  • idosos com 60 anos ou mais;
  • trabalhadores da saúde;

2ª etapa – de 02/05 a 03/06

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes e puérperas;
  • Povos indígenas;
  • Professores;
  • Comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas;
  • Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade.

Vacina trivalente

A vacina Influenza trivalente utilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é produzida pelo Instituto Butantan. A formulação é constantemente atualizada para que a dose seja efetiva na proteção contra as novas cepas do vírus. A vacina será eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B.

Vacinação de crianças

No caso das crianças de seis meses a menores de 5 anos que já receberam ao menos uma dose da vacina Influenza ao longo da vida em anos anteriores, deve se considerar o esquema vacinal com a apenas uma dose em 2022. Já para as crianças que serão vacinadas pela primeira vez, a orientação é agendar a segunda dose da vacina contra gripe para 30 dias após a primeira dose.

Em caso de dúvidas, acesse o Informe Técnico sobre a 24ª Campanha de Vacinação contra a Influenza.

Lançamento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e o Sarampo

Ministério da Saúde

Share This